Carpe Diem
“Talvez eu seja uma caixa de palavras, mal organizadas, mas que se juntar, vira um texto, que quem vê até diz que é planejado.”
CREDITS©

É que você parecia minha amiga, só minha amiga. Você fala como uma amiga. Me cumprimenta como amiga. Me telefona e me convida para cinemas como uma amiga. Seu riso é de amiga. O seu abraço é de amiga. Mas eu devia ter desconfiado: seus cabelos sempre tiveram cheiro de namorada. Existe algo errado numa amizade quando o resto do mundo parece chato e nós os únicos legais.
Gabito Nunes.    (via acrescentada)



Meu grande erro foi ter olhado nos teus olhos e visto coisas que não estavam lá. Vi o grande amor, mas nem amizade havia. Vi a felicidade, mas só a tristeza ficou. Tentar adivinhar os sentimentos dos outros é bobagem, às vezes nem as palavras dão garantia que o amor vai durar.
Caio Augusto Leite.  (via acrescentada)

Eu vim dar o meu ultimo adeus. E dizer que nem sempre querer demais ou até mesmo viver demais seja tão bom assim. A vida, de alguma forma, quis com que eu aprendesse desde cedo a lidar com os meus medos. Mas eu sempre me senti inútil por ter nascido tão fraco. Vejo que em meio a tristeza, a vontade de viver não tem sabor algum. Tudo se constitui em amargo ou dolorido, obscuro e opaco. A chuva que cai e que demonstra ser o fim dos tempos, é a mesma que retrata a minha alma cansada, que chora e almeja por cargas mais leves, por dores mais breves. Peço perdão para aqueles que acreditaram na minha coragem. Mas venho informar que ela nunca existiu. Era apenas uma maquiagem tentando disfarçar meus medos, meus erros. Hoje está borrada, manchada. Mostra claramente o meu verdadeiro eu. Por favor, não se espante com a bagunça, eu também nunca quis morar aqui. E apesar de que já se passou tanto tempo e que hoje em dia me falte pouco tempo, ainda penso em me mudar para um lugar maior, onde caiba todas as minhas coisas. E se por acaso ficar apertado demais, que seja por causa da felicidade que toma tanto espaço assim.

Restos de um naufrágio. 

(via acrescentada)

Como mocinha romântica que sou, ainda que disfarçada de macho cínico, sempre achei o amor a coisa mais importante dos quatro cantos do universo.
Tati Bernardi. (via acrescentada)

Era por volta da meia noite, achei um chip antigo meio riscado no fundo da minha gaveta, resolvi testar pra ver se ainda prestava pra alguma coisa, e pra minha surpresa ele funcionava muito bem. Comecei a vasculhar a memória e achei um SMS que tinha ficado salva, e li algo muito curioso, era de 2010, e lá dizia: “Saiba que independentemente de qualquer coisa, eu estarei ai do seu lado te protegendo.” Dois anos se passaram desde então, e a pessoa que me mandou essa mensagem simplesmente sumiu da minha vida. E não era que o maldito chip prestava mesmo? Prestava pra me fazer lembrar que promessas escritas viram memórias abandonadas num piscar de olhos.
Sean Wilhelm.  (via acrescentada)

Loucura é “ficar” sete meses, namorar cinco anos, noivar mais dois e não ter tesão na lua de mel. Perigo é não se render a alguém que tem urgência em te querer só porque o manual de instruções do seu coração recomenda prudência e canja de galinha. Você pode perder a razão, a cabeça, os princípios, a harmonia e a saúde mental. Desde que saiba exatamente onde está seu coração. Loucura é não arriscar. Perigo é não ceder.
Gabito Nunes.  (via acrescentada)